A dor no ouvido é um dos maiores desconfortos que acometem as crianças ao longo das viagens aéreas, especialmente durante a decolagem e a aterrissagem. Isso ocorre devido a diferença de pressão entre a parte interna do ouvido e o meio ambiente, o que faz com que os gazes se expandam dentro do ouvido, e como as crianças tem dificuldade de equilibrar esses gazes, essa expansão provoca a dor.

Quando a criança está resfriada ou com outros problemas respiratórios, como as adenóides crescidas, por exemplo, a dor acontece com maior frequência e intensidade. Então, nesses casos, o melhor a fazer é adiar a viagem. Quando isso não for possível, recomendamos que se faça lavagem nasal exaustiva com soro fisiológico um dia antes. O uso de anti-inflamatórios, anti-alérgicos e descongestionantes nasais também pode ser indicado de acordo com orientação médica.

Além da dor, também pode ocorrer tonteira, sensação de ouvido tapado e zumbidos. Outras formas que ajudam a prevenir todos esses desconfortos no ouvido da criança consistem em oferecer líquidos à ela ao longo da viagem, chicletes para mascar (no caso dos maiores) e até mesmo o ato de engolir a própria saliva. Assim como também solicitar compressas mornas à aeromoça e aplicá-las na região do ouvido, pois o calor ajuda a diminuir a dor.

O uso de analgésicos também pode ajudar a aliviar a dor.

Dra. Kallydya Pasqually (Kaka Pasqually)
Médica – R2 de Pediatria
Digital Influencer e responsável pelo feed na rede social Instagram Coisas de Pediatria (@coisasdepediatria)

O blog EuAmoaDisney recomenda que um médico seja consultado antes de qualquer viagem longa seja de carro ou avião.